Após 4 meses, Rio Acre se afasta dos níveis de alerta de estiagem

Na capital acreana, o nível do manancial subiu de 2,15 metros da última sexta-feira (19) para 4,25 na manhã desta segunda-feira (22), de acordo com os dados da Coordenação Municipal de Defesa Civil de Rio Branco. Desde o mês de junho, o Rio Acre não chegava a um nível tão distante das cotas de alerta ou alerta máximo de estiagem, apesar de chover regularmente há mais de um mês.

De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA), houve registro significativo de 109,4 mm de chuva na estação pluviométrica de Colônia Dolores, no Rio Xapuri, e de 26,8 mm em Assis Brasil, no Rio Acre, nas últimas 24 horas antes do boletim de sexta-feira (19). Em Rio Branco, segundo dados da Defesa Civil municipal, houve registro de 10 mm de chuva no mesmo período.

No entanto, em breve o rio poderá chegar a níveis de alerta no lado contrário. Na última quinta-feira (18), na Câmara de Vereadores, o Major Cláudio Falcão, do Corpo de Bombeiros militar do Acre, chefe da Defesa Civil do município, afirmou que Rio Branco poderá sofrer com outra inundação aos moldes da enfrentada pelo início da gestão de Tião Bocalom, que atingiu mais de 20 bairros da capital.

O próximo Boletim do Monitoramento Hidrometeorológico do Acre, divulgado pela Sala de Situação da Secretaria de Meio Ambiente e Políticas Indígenas (Semapi), deverá sair nas próximas horas mostrando o movimento dos rios acreanos durante as próximas horas. A Semapi também divulga os boletins do Tempo e do Monitoramento de Queimadas no estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *