Buscas e evacuações continuam no oeste do Canadá após inundações

A busca por sobreviventes continua nesta quinta-feira (18) no oeste do Canadá, afetado há vários dias por graves inundações e deslizamentos de terra, enquanto centenas de pessoas tiveram que ser evacuadas de uma área isolada pelo aumento do nível das águas.  

As chuvas torrenciais que caíram em questão de horas desde o último domingo na Columbia Britânica provocaram deslizamentos de terra, destruíram rodovias e outras infraestruturas, além inundar cidades inteiras. 

As equipes de resgate seguem à procura de quatro desaparecidos perto de Pemberton, a nordeste de Vancouver, onde foi encontrado o corpo de uma mulher. 

“Estamos fazendo o possível” em condições complicadas, explicou à AFP Chris Manseau, porta-voz da polícia federal de Columbia Britânica e responsável pelo resgate.   

Segundo as autoridades locais, o balanço preliminar é de uma pessoa morta e de milhares de evacuados. 

Na quarta-feira (17), o governo canadense enviou reforços do Exército à província, que declarou o estado de emergência. Um pouco mais ao sul, em Hope, 200 passageiros de um trem tiveram que ser resgatados devido às inundações.  

Em Abbotsford, ao sudeste de Vancouver, onde cerca 600 pessoas já foram evacuadas, o prefeito Henry Braum advertiu que sua cidade estava “longe de superar a situação. […] Esperamos entre 80 e 100 mm” de precipitação, afirmou. 

Nas ruas quase desertas, muitos moradores se apresentaram nesta quinta-feira para ajudar idosos e agricultores em dificuldades, constatou a AFP. 

Entre os mais atingidos estão os agricultores e os produtores de leite, que inclusive perderam animais afogados nos últimos dias. 

Outro ponto de preocupação na região é o porto de Vancouver, por onde passam 3,5 milhões de contêineres a cada ano, e que sofreu com “importantes interrupções no trânsito de trens e caminhões” devido às inundações.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *