Cidadão chinês se declara culpado de espionagem econômica contra EUA

Um cidadão chinês se declarou culpado de conspirar para roubar um segredo comercial da gigante do agronegócio americana Monsanto, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos nesta quinta-feira (6).

Xiang Haitao, 44, trabalhou como cientista de imagem para a Monsanto e sua subsidiária, The Climate Corporation, de 2008 a 2017, disse o departamento em um comunicado.

Xiang se declarou culpado em Missouri, onde fica a sede da Monsanto, de uma acusação de conspiração para cometer espionagem econômica em nome da China, acrescentou.

De acordo com o Departamento de Justiça, Xiang roubou software patenteado desenvolvido pela Monsanto para ajudar os agricultores a melhorar o rendimento das safras.

“Xiang admitiu que roubou um segredo comercial da Monsanto, transferiu-o para um cartão de memória e tentou trazê-lo para a República Popular da China para o benefício do governo chinês”, afirmou o procurador-geral adjunto Matthew Olsen.

O homem enfrenta uma pena máxima de 15 anos de prisão e uma multa possível de US$ 5 milhões.

O Ministério das Relações Exteriores chinês havia dito em 2019, quando Xiang foi indiciado, que Washington estava tentando usar o caso para apoiar suas alegações de que a China rouba tecnologia de empresas americanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *