Erosão aumenta na cabeceira de ponte em Tarauacá e preocupa tráfego na BR-364

A chegada do período de chuvas aliado à falta de recursos em volume ideal preocupa os moradores que residem nos municípios ao longo da BR-364. O temor é em relação à manutenção da principal e mais complicada rodovia federal que corta o estado do Acre.

Um velho trecho volta a preocupar quem trafega pela BR, principalmente os moradores de Tarauacá. Uma foto publicada pelo jornalista Gilson Amorim mostra o aumento da erosão na cabeceira da ponte que fica próxima a entrada do município.

A expectativa é de que se nada for feito, a situação se complique a ponto de o tráfego de veículos ficar interditado no local, isolando as regiões Tarauacá/Envira e Juruá das outras regiões acreanas.

O ac24horas entrou em contato com o DNIT. De acordo com o superintendente do órgão no Acre, Carlos Moraes, há um projeto para o local, mas falta recurso. “Temos um projeto para prolongamento da ponte em mais 70 metros, mas infelizmente não temos recursos para executar. Enquanto o recurso não vem, na ordem de R$ 10 milhões, estamos sinalizando e fazendo contenções paliativas”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *