EUA criam escritório e representante encarregados da segurança digital

O secretário de Estado americano, Antony Blinken, anunciou nesta segunda-feira a criação de um escritório e um representante encarregados da política cibernética, em meio ao alerta gerado pelo aumento dos ataques de hackers.

Em memorando dirigido a funcionários, Blinken disse que uma avaliação mostrou a necessidade de mudanças estruturais em “como o Departamento de Estado deveria se adaptar aos desafios do século XXI”. Ele anunciou planos, sujeitos à aprovação do Congresso, para criar o Escritório de Ciberespaço e Política Digital, com um novo enviado especial para a tecnologia crítica e emergente.

“Essa estrutura irá nos proporcionar maior liderança e responsabilidade para fazer avançar a agenda diplomática dentro da interinstitucionalidade e no exterior”, escreveu Blinken, destacando que dará mais informações na próxima quarta-feira. Já o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, informou que o representante irá se concentrar em “três áreas principais: segurança do ciberespaço internacional, política digital internacional e liberdade digital”.

O impulso digital acontece em meio à preocupação crescente com a necessidade de os Estados Unidos se prepararem para um conflito prolongado e uma disrupção na frente cibernética.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *