Gladson não chamará mais cadastro de reserva do Idaf: “não foi prometida 700 convocações”

Durante solenidade ocorrida no Palácio Rio Branco nesta segunda-feira, 22, o governador Gladson Cameli (Progressistas) avisou que não deverá realizar a convocação de novos integrantes do cadastro de reserva do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), após concurso realizado em março de 2019.

De acordo com Cameli, apenas 65 aprovados foram autorizados pela Lei de Responsabilidade Fiscal e já foram chamados. Ao todo, foram 42 técnicos, 9 agrônomos e 15 veterinários. Além disso, Gladson lembrou que no decorrer da gestão não foi prometida a convocação dos 700 aprovados no certame. “Não tem salvador da pátria, eu não vou colocar em risco a folha de pagamento para chamar o restante. Eu preciso saber se haverá vacância de vaga. Eu não tenho como contratar os 700 aprovados do cadastro de reserva do concurso do Idaf”, declarou.

O governador explicou que qualquer convocação de integrantes de cadastro de reserva poderá colocar em risco a folha de pagamento dos servidores públicos. “Eu tenho uma equipe governamental que me orienta sob o limite de gastos, eu não posso realizar convocação”, finalizou.

Ac24horas

Foto: Sérgio vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *