Harry e Meghan Markle criticados por agirem como membros da realeza

Harry e Meghan Markle foram criticados por terem tratado a sua mais recente viagem a Nova York como se fosse uma visita de Estado, ao conhecerem os governantes e a fazerem discursos sobre as vacinas e a Covid-19. 

O casal, recorde-se, decidiu abandonar o núcleo senior da família real britânica no ano passado, deixando desta forma de representar a monarquia. 

Ainda assim, nada os tem impedido de investir em diversos projetos como um podcast no Spotify, documentários para a Netflix, entrevistas e viagens ‘estilo realeza’, conforme evidencia o jornal britânico The Sun. 

“Eles já não são membros ativos da família real e não a representam em nada… deixaram bem claro que queriam viver em privado as suas vidas, mas são eles próprios que se expõe”, defendeu o comentador real Charles Rae. 

Por outro lado, fãs do casal mais popular da realeza detonaram a imprensa britânica por fazerem críticas ‘sem fundamento’ a todo o momento contra Harry e Meghan para favorecerem a monarquia. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *