La Casa de Papel: 14 curiosidades de bastidores que você precisa saber antes de ver a 5ª temporada da série

Desde 2017, La Casa de Papel é um dos maiores sucessos da história da Netflix e agora, quase cinco anos depois, chega a hora de se despedir do grupo de ladrões mais amados da TV. Mas antes de maratonar a 5ª temporada, disponível no streaming a partir de 3 de setembro, estas 14 curiosidades e segredos de bastidores vão te fazer amar ainda mais o Professor (Álvaro Morte), Tóquio (Úrsula Corberó) e companhia.La Casa de Papel: 14 curiosidades de bastidores que você precisa saber antes de ver a 5ª temporada da série© Netflix La Casa de Papel: 14 curiosidades de bastidores que você precisa saber antes de ver a 5ª temporada da série

#1 O nome La Casa de Papel já ficou gravado na memória dos fãs, mas sabia que a série quase teve outro título? Durante um bom tempo, a produção manteve o novo Los Desahuciados (“Os Desajustados”, em português), baseando-se no início da trama, quando os membros da gangue deixam tudo para trás ao se juntar ao Professor.

#2 O sucesso mundial da série veio com muito trabalho desde o início. Uma das primeiras cenas, em que o Professor aparece convocando Tóquio para o assalto dura segundos na tela, mas levou 5 horas para ser gravada, tamanho o perfeccionismo do criador, Álex Pina.La Casa de Papel: Tudo o que você precisa lembrar antes de assistir à 5ª temporada

#3 Se uma única cena demorou horas para ser produzida, imagine o primeiro episódio? Nada menos do que 52 versões do capítulo inicial foram filmadas antes de os produtores baterem o martelo. 

#4 A narração de Tóquio é um dos elementos mais marcantes da série, mas quase ficou de fora. A personagem não era a primeira escolha dos produtores, que pensaram em colocar o Professor e até Moscou (Paco Tous) para contar a história. © Netflix

#5 Embora os nomes de cidades também sejam uma grande marca da série, não houve tanta “estratégia” por trás deles. “Tínhamos algumas ideias, entre elas, nomes de planetas. Um dia, alguém apareceu usando uma camiseta com a palavra Tokyo e foi assim que tudo começou. Imagine se tivéssemos ficado com a ideia dos nomes de planetas, os heróis de La Casa de Papel seriam Urano, Mercúrio e Júpiter”, revelou Álex Pina.La Casa de Papel: Origem do apelido de Tóquio pode ter sido revelada em detalhe no trailer?

#6 Ainda falando sobre os nomes, é difícil imaginar Alba Flores com outro apelido que não Nairóbi, mas quase aconteceu: o codinome original dela era Valência. Enquanto isso, Oslo se chamaria Camarões e Moscou seria o Chernobyl.

#7 O macacão e a máscara de Salvador Dalí fizeram história na TV e não estão lá à toa: Álex Pina contou que ao escolher o uniforme vermelho, todas as outras cores foram mais “apagadas”para que a roupa se destacasse. Enquanto isso, a máscara tem relação aos ideais rebeldes e libertários do Professor, assim como o artista espanhol tinha na vida real.© Netflix

#8 A primeira temporada se passa dentro da Casa da Moeda da Espanha, mas as filmagens não foram feitas lá porque o governo não quis autorizar a gravação no local. A saída foi usar o casarão do Conselho Superior de Investigações Científicas, localizado em Madrid.

#9 Falando em Casa da Moeda, o dinheiro que aparece na série, obviamente cenográfico, foi impresso em folhas de jornal e nada menos do que um milhão de notas de 50 euros foram fabricadas para a série.

#10 O mesmo rolou com as barras de ouro que o grupo tenta roubar após a Casa da Moeda. Foram 6000 barras cenográficas produzidas para a série.

#11 Haja munição para roubos tão grandes: 275 armas diferentes foram usadas ao longo destes 4 anos. Na quarta temporada, o vilão Gandía (José Manuel Poga) usou 150 munições de guerra. 

#12 O primeiro capítulo da série teve chuva de doce nos atores. Isso porque em um dos confrontos deles com a polícia, os vidros estilhaçados que vemos foram feitos com cubos de açúcar. © Netflix/Columbia Pictures

#13 Reconheceu o visual de Tóquio de algum lugar? Não é impressão sua: a aparência da personagem foi inspirada em Mathilda, personagem de Natalie Portman no filme O Profissional, de 1994.

#14 De 2017 para cá, o elenco de La Casa de Papel viajou bastante para gravada a série. Foram mais de 300 locações, distribuídas em sete países diferentes. São eles: Espanha, Reino Unido, Portugal, Itália, Dinamarca, Tailândia e Panamá. 5ª temporada de La Casa de Papel: Quando estreia?

A parte 1 da 5ª temporada de La Casa de Papel chega à Netflix em 3 de setembro e a parte 2, em 3 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *