Lesões nos pés: entenda por que a covid-19 pode causar o problema

Um estudo feito pela Universidade de Paris e publicado no “British Journal of Dermatology” descobriu a razão pela qual muitos pacientes com covid-19 tiveram lesões nos dedos das mãos e dos pés após a infecção.© reprodução/Twitter

Segundo os pesquisadores, o evento pode ser efeito dos anticorpos contra coronavírus atacando erroneamente tecidos saudáveis do corpo.

A condição que tem sido chamado de “Dedos de Covid” foi relatada ao longo da pandemia. As lesões na maioria das vezes são avermelhadas ou arroxeadas, apresentam queimação e coceira e podem evoluir para a formação de bolhas ou crostas escuras.

No estudo, os médicos analisaram 50 pessoas com dedos inflamados e vermelhos após contraírem o coronavíru e 13 que apresentavam lesões semelhantes às da frieira antes da pandemia.

Os pesquisadores descobriram dois componentes do nosso sistema imunológico que levam à formação dessas lesões: uma proteína antiviral chamada interferon tipo 1 e um tipo de anticorpo específico no sangue que ataca erroneamente as células saudáveis e os próprios tecidos, em vez do vírus.

Dedos de Covid

A condição geralmente aparece entre a primeira e a quarta semana após a infecção. Os relatos de casos mostram que  o problema é mais comum entre crianças e adolescentes, apesar de poder afetar adultos também.

Em boa parte dos casos, quem apresenta essas lesões nos dedos não sofre com nenhum dos sintomas clássicos da covid-19, como febre e perda ou alteração do paladar e do olfato. Por isso, muitas vezes, as pessoas não associam o problema ao vírus.

No geral, essas lesões desaparecem por conta própria. Em casos mais persistentes, é necessário o uso

de pomadas e outros medicamentos.

A condição de “Dedos de Covid” começou a ser observada no início de 2020, quando ainda pouco se sabia sobre todos os efeitos do coronavírus no corpo. Nessa época, inúmeros médicos começaram a relatar casos, inclusive nas redes sociais. Veja no link abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *