Lucifer e Chloe ficam juntos no final da 6ª temporada na série da Netflix?

Lucifer teve uma longa jornada nas telas. Foram três temporadas na Fox antes de ser cancelada pela emissora. Os fãs fizeram campanha gigantesca nas redes sociais, até que a Netflix resgatou a série. A partir daí, a plataforma planejava encerrar o show na quinta parte, mas devido ao sucesso de audiência, planejaram estender o projeto por mais um ano. Agora estamos aqui na sexta temporada, que encerra a jornada do protagonista de Tom Ellis. Será que o final vai agradar aos fãs? Confira o que aconteceu:A chegada de Rory em Lucifer© Fornecido por Adorocinema

Atenção: o texto abaixo contém GRANDES spoilers sobre o final de Lucifer. Leia por sua conta e risco!

A sexta temporada começa com Lucifer (Tom Ellis) ainda receoso em assumir o seu novo papel como Deus, após ganhar o posto ao se sacrificar por sua amada na parte anterior. Contando sempre com o apoio de Chloe (Lauren German), eles passam por muitas aventuras — inclusive se tornam personagens de desenhos animados. Mas nada poderia prepará-los para a chegada de Rory (Brianna Hildebrand).

A jovem foi apresentada como uma vilã pelo trailer da sexta temporada, mas realmente guardava uma conexão especial com o casal protagonista: Rory é a filha de Lucifer e Chloe, que veio diretamente do futuro para se vingar do pai. Afinal, apesar de ter um bom relacionamento relacionamento com a mãe, a garota tinha muita raiva e ressentimento contra o irmão de Amenadiel (D.B. Woodside), pois ela cresceu sem sua presença. Como não seria capaz de fazer isso voluntariamente, Lucifer começa uma investigação para saber o que aconteceu.Lucifer: Por que Tom Ellis não deixa suas filhas verem a série da Netflix?

No episódio final da série comandada por Ildy Modrovich e Joe Henderson, intitulado “Parceiros até o fim”; Lucifer ainda não tem as respostas que procura. Porém, tudo é deixado de lado quando Rory é sequestrada pelo personagem de Rob Benedict (que, curiosamente, viveu Deus em Supernatural, mas isso é outra história). Já grávida, Chloe chega a ser ferida, então sobra para seu amado resgatar a filha, se oferecendo no lugar da garota, como um sacrifício. Felizmente, Rory consegue se soltar e acaba salvando o pai – que, por sua vez a convence a não cometer um assassinato.O final de Chloe e Lucifer© Fornecido por Adorocinema

No dia seguinte, durante uma conversa com sua família, Lucifer percebe que descobriu sua vocação: ajudar os outros a seguirem o caminho da luz, como ele faz com Dan (Kevin Alejandro), podendo redimir aqueles que estão no inferno, como apontavam teorias de fãs. Afinal, se ele conseguiu, qualquer um consegue. Nesse momento, Rory decifra o mistério: ela cresceu sem o pai, pois o protagonista estava ajudando os outros no Inferno. Antes de ser sugada de volta para a sua época, a jovem anjo o faz prometer que seguirá esse caminho, afinal também a ajudou a ser uma pessoa melhor. Regra básica da viagem no tempo: se você mudar algo do passado, ameaça todo o futuro. 

Sobra então para Lucifer e Chloe se despedirem, num momento muito emocionante. A partir daí, o capítulo mostra o futuro feliz de todos os personagens na Terra, inclusive o nascimento da filha do casal principal. Surge um salto no tempo de algumas décadas e voltamos a acompanhar Rory ao lado de Chloe, em seu leito de morte, prometendo visitá-la do outro lado. Chloe morre e chega ao céu, onde é recepcionada por Amenadiel, que se tornou o novo Deus e promete mandá-la para seu verdadeiro lar.

Então, finalmente acompanhamos o que aconteceu com Lucifer: ele assumiu um escritório parecido com o de Linda (Rachael Harris), sendo terapeuta dos moradores do Inferno, orientando-os a serem pessoas melhores. De repente, alguém bate em sua porta: é Chloe, dizendo que ele precisa de uma nova parceira. Os dois se beijam e ficam juntos de vez. Ou seja, sua separação na Terra foi apenas um breve intervalo da eternidade que eles passarão juntos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *