MC Don Juan é condenado a pagar R$ 15 mil a mulher exposta por ele em 2018

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Justiça de São Paulo condenou o funkeiro Matheus Wallace Mendonça da Cruz, o MC Don Juan, 20, a pagar R$ 15 mil a uma jovem que foi exposta por ele em suas redes sociais em 2018. Na ocasião, uma legenda de uma foto na qual ela aparecia sugeria que a moça havia feito sexo com o segurança do músico.

Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, a indenização é por danos morais. Além dele, o então empresário de Juan foi outra pessoa a ser condenada a pagar mais R$ 5.000 por ter compartilhado a imagem, mas sem legenda. Procurado, MC Don Juan ainda não havia respondido as solicitações.

Ambos ainda podem recorrer, e um eventual recurso deverá ser interposto no prazo de dez dias contados da ciência da sentença.
De acordo com o processo, a jovem alega que, após um show, caiu em sono profundo e o segurança, que já morreu vítima de Covid-19, teria se aproveitado da situação, deitado ao lado dela e feito uma selfie.

Assim, sua advogada afirma que a menina acabou exposta, humilhada e tratada como um objeto sexual. O funkeiro conta com quase 9 milhões e seguidores no Instagram.

Em recente entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, MC Don Juan, cantor de músicas como “Bipolar”, no topo das paradas, afirmou que, mesmo rico, o preconceito ainda era seu maior inimigo, que aparece em seus passeios por shoppings, por exemplo.

“As pessoas não assimilam a quantidade de bens que conseguimos acumular e a condição financeira privilegiada que a carreira nos proporciona”, disse.

Criado na comunidade da Cheba, em Interlagos, zona sul de São Paulo, Matheus Wallace Mendonça da Cruz, o MC Don Juan, se tornou uma explosão em visualizações e acessos no atual cenário musical. Compositor desde os 12 anos, ele despontou como um dos artistas mais executados no streaming em 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *