Operação de retirada avança no aeroporto de Cabul

Berlim acusa o Talibã de obstruir a saída de cidadãos quando cerca de 10 mil afegãos, que colaboraram com exército alemão, e seus familiares devem ser retirados do país.  A maior parte das pessoas refugiadas na embaixada francesa em Cabul estão em segurança, após a retirada durante a noite desta terça-feira pelo exército francês. Ao todo, foram 216 pessoas resgatadas, incluindo 184 afegãos.

Já o Reino Unido, retirou 306 britânicos e mais de dois mil afegãos, informou o primeiro-ministro Boris Johnson hoje, durante uma sessão especial no Parlamento britânico, ele acrescentou que outros dois mil pedidos de retirada de afegãos foram tratados e muitos outros estão em andamento.

E militares americanos descobriram restos humanos no trem de pouso do avião militar que foi atacado na segunda-feira por afegãos em pânico no aeroporto de Cabul. 

Um líder talibã do grupo islamista Haqqani se encontrou com o ex-presidente afegão Hamid Karzai nesta quarta-feira, evocando discussões como parte dos esforços para instaurar um governo após a tomada de Cabul e de acordo com um insurgente que pediu anonimato, os chefes do talibã pretendem se reunir com líderes influentes de governos anteriores nas próximas 48 horas. O G7 deve organizar uma reunião nos próximos dias e a ONU já programou para o dia 24 de agosto uma sessão especial para debater a situação do Afeganistão.

Internacional Brasília 18/08/2021 – 17:51 Alessandra Esteves Élcio Ramalho – Rádio França Internacional – RFI Talibã Afeganistão quarta-feira, 18 Agosto, 2021 – 17:51 1:25

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *