Paciente espera há mais 70 dias por cirurgia para retirar um cateter no Pronto-Socorro

Em outubro do ano passado, Sebastião Lima, 53 anos, fez uma cirurgia para retirada de pedra nos rins na Fundação Hospitalar. Três dias após o procedimento, Sebastião apresentou hemorragia e foi levado para o pronto-socorro de Rio Branco.

De acordo com a esposa, Ângela de Souza, no retorno da Fundação foi detectado a necessidade de retirar com urgência um cateter que ficou dentro do paciente e outras duas pedras que estão nos rins de Sebastião. O problema é que simplesmente se passaram mais de 70 dias e nada até agora foi feito. Sebastião continua internado e um leito do PS, aguardando a cirurgia ser marcada.

“Acontece que nesse tempo todinho que ficamos aqui meu marido acabou pegando infecção hospitalar, a gente não sabe para quem pedir socorro. Eu vou na Sesacre, o pessoal de lá joga para o pessoal aqui do PS, que joga para o pessoal da Fundação. Vira uma bola de neve e ninguém resolve. O médico disse que enquanto não tirar esse cateter, a infecção não vai acabar. Eu não sei mais o que fazer”, diz, Ângela.

A reportagem do ac24horas entrou em contato com a direção do pronto-socorro, que informou, via assessoria, que a cirurgia para a retirada do cateter de Sebastião vai ser realizada na Fundação e que o agendamento já foi feito pela central de regulação. Apesar da declaração, não foi repassada uma data à reportagem e muito menos à família que até a tarde desta segunda-feira, 3, não havia sido comunicada da marcação do procedimento.

Ac24horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *