Prefeito de Hamamatsu libera treino de atletas paralímpicos do Brasil

Nove nadadores bateram o índice para o Mundial de Piscina Curta nos Emirados Árabes, no primeiro dia de competição do Troféu José Finkel de Natação, que está acontecendo em Bauru, interior de São Paulo. O Brasil enviará ao Mundial uma delegação com 20 atletas, sendo 14 homens e 6 mulheres.

A Confederação Brasileira de Voleibol anunciou a contratação do ex-levantador, Marcelo Elgarten, para colaborar com a unidade de Competições de Vôlei de Quadra, com foco na Superliga. Marcelinho foi vice-campeão olímpico nos Jogos de Pequim-2008, campeão mundial, campeão da Copa do Mundo, da Copa dos Campeões, dos Jogos Pan-Americanos, pentacampeão da Liga Mundial, entre vários títulos com a seleção brasileira.

O prefeito de Hamamatsu, Yasutomo Suzuki, liberou o grupo de atletas brasileiros mantido sob isolamento total em quartos de hotéis em Hamamatsu, cidade a 250 km de Tóquio, para treinamentos. A liberação aconteceu na manhã desta quarta-feira, no Japão. Ao todo, 52 pessoas da delegação paralímpica brasileira estão em isolamento total em quatro hotéis na cidade de Hamamatsu desde que foi identificado contato com um indivíduo que testou positivo para novo coronavírus na chegada ao Aeroporto Internacional de Narita, no Japão, no início da noite da última sexta-feira.

Os 27 atletas de quatro modalidades poderão treinar em horários diferentes dos demais que também estão na cidade para a aclimatação. O transporte, até as arenas, será realizado em veículos separados e as refeições serão servidas nos respectivos quartos. Todo o grupo realiza testes PCR diariamente e possuem resultado negativo.

Faltam 13 dias para o início dos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Esportes Rio de Janeiro 11/08/2021 – 10:42 Rádio Nacional/Edgard Matsuki Astrid Nick – Repórter da Rádio Nacional Paralimpíadas 2020 Tóquio 2020 quarta-feira, 11 Agosto, 2021 – 10:42 1:50

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *