Wendell Belarmino estreia na natação na Paralimpíada de Tóquio

Dez atletas vão representar o Distrito Federal nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que começaram nesta terça-feira (24).

Um deles é o morador de Sobradinho, Wendell Belarmino Pereira, de 23 anos, grande potencial de medalha para a natação brasileira. Ele é competidor da Classe S11, que abrange os nados livre, costas e borboleta para atletas com deficiência visual.

Wendell nasceu com glaucoma congênito, passou por dez transplantes de córnea, mas teve perda gradativa na visão. Essa condição nunca o impediu de praticar esportes. Ele faz natação desde os três anos de idade e chegou a competir no hipismo adaptado.

Em 2015, decidiu se especializar na natação, treinando no centro olímpico da Universidade de Brasília (UnB) e no Colégio Mackenzie. Desde então, Wendell vem colecionando medalhas.

No Parapan de Lima, em 2019, garantiu quatro de ouro e duas de prata, além de quebrar recorde nos 100 metros livre.

Conseguiu a vaga nos Jogos de Tóquio graças a medalha de ouro nos 50 metros livre no Mundial de Londres em 2019, onde conquistou ainda uma prata e um bronze.

O atleta foi o primeiro do Brasil a garantir uma vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Wendell Belarmino estreia no Centro Aquático da capital japonesa nesta quinta-feira (26), onde compete pela prova de 50 metros nado livre.

* Com supervisão de Bianca Paiva.

Esportes Ele vai competir na Classe S11 Brasília Paralimpíada: conheça mais sobre a natação na Tóquio 2020 24/08/2021 – 17:27 Bianca Paiva/ Renata Batista Igor Cardim* – Estagiário da Rádio Nacional Wendell Belarmino Tóquio 2020 Paralimpíada terça-feira, 24 Agosto, 2021 – 17:27 1:14

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *